Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Começar do Zero (Após os 30)

Começar do Zero (Após os 30)

26
Mar17

Como fugir da chantagem emocional?

1-Chantagem-emocional.jpg

 

Crescer acarreta uma série de responsabilidades e deveres. À medida que vamos ficando mais velhos, começamos a perceber a vida de outra forma e a ser mais responsáveis, mais "adultos". Mas, por vezes, há pessoas que se "aproveitam" disso e da nossa própria maneira de ser para seu benefício próprio.

 

A chantagem emocional é o pior. Ela é sorrateira, quase imperceptível, até ao dia em que a "vemos" bem à nossa frente. Mas como a combater quando quem nos faz isso são pessoas próximas, a quem - porque somos adultos e responsáveis - acabamos por nos sentir na obrigação de fazer o que querem?

 

É difícil combater este sentimento. Ficamos divididos entre a suposta obrigação moral, ou seja lá o que for, e a nossa própria liberdade e vontade. Acabamos por deixar a nossa vida ser conduzida pelos outros, pelas vontades dos outros, ficamos limitados ao que podemos fazer sem criar confusões. Sem criar mais problemas para a nossa vida já complicada.

 

Porque quando identificamos que estamos a ser alvos de chantagem emocional é isso que acontece. Ficamos irritados, mas, para não criar mais problemas, para não ser alvo de críticas, para não criar mau ambiente ou o que seja, acabamos por ceder. E, cedências atrás de cedências, acabamos por ir abaixo e raramente fazemos o que queremos. E se o fazemos, já sabemos as consequências.

 

Mas chega uma altura em que nos questionamos. Será que vale a pena? Será que devemos deixar que a chantagem emocional guie a nossa vida? Mas depois há o reverso da moeda. Como sair desta situação? Como não ser mais alvo de chantagem emocional sem ficarmos com remorsos?

 

Se alguém tiver a resposta, por favor, que me diga.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo